Notícias sobre o metal precioso que atingiu recorde de preço: O ouro é um dos metais mais valiosos e cobiçados do mundo, usado para diversos fins, como joias, investimentos, reservas monetárias e tecnologia. A demanda por ouro é alta e constante, mas a oferta é limitada e escassa. Por isso, o preço do ouro tende a subir quando há crises econômicas, políticas ou sociais, que aumentam a procura por ativos seguros e duráveis.

Neste artigo, vamos apresentar algumas notícias sobre o ouro hoje, que mostram como esse metal está sendo afetado por diferentes fatores, como a pandemia de covid-19, a política monetária dos bancos centrais, o garimpo ilegal e a mineração sustentável.

Ouro fecha em leve alta no dia, mas recua na semana, após decisões de BCs. O contrato futuro mais líquido do ouro fechou a sexta-feira, 16 de junho de 2023, em leve alta, após operar em queda durante grande parte do pregão, invertendo o movimento nos últimos minutos da sessão. O metal foi influenciado pelas decisões de política monetária dos principais bancos centrais do mundo, que sinalizaram posturas divergentes sobre o ritmo de retirada dos estímulos econômicos.

Segundo dados da CME Group, o ouro para agosto encerrou o dia em alta de 0,01%, a US$ 1.970,45 a onça-troy. Na semana, porém, o metal acumulou uma queda de 0,76%, interrompendo uma sequência de três semanas de ganhos. O ouro foi pressionado pela alta do dólar e dos juros dos títulos do Tesouro americano (Treasuries), que reduzem o apelo do metal como reserva de valor. Esses movimentos foram motivados pela expectativa de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) possa começar a reduzir suas compras mensais de ativos ainda neste ano, diante da recuperação da economia e da inflação elevada no país.

Por outro lado, o ouro encontrou suporte na decisão do Banco Central Europeu (BCE), que manteve sua política monetária acomodatícia e reafirmou que vai manter as compras de emergência de ativos (PEPP) em um ritmo “significativamente maior” do que no início do ano. Além disso, o Banco do Japão (BoJ) também manteve sua postura expansionista e ampliou seu programa de apoio às empresas afetadas pela pandemia.

Notícia que o Ouro sobe, com possível pausa de juro do Fed e queda do dólar e do juro dos Treasuries

O contrato futuro mais líquido do ouro fechou nesta quarta-feira, 14 de junho de 2023, em alta, com as negociações do metal favorecidas pela desaceleração das taxas anuais do índice de preços ao consumidor (CPI, pela sigla em inglês) dos Estados Unidos em maio e pela queda do dólar e dos juros dos Treasuries.

Segundo dados da CME Group, o ouro para agosto avançou 0,45%, a US$ 1.978,10 a onça-troy.

O ouro se beneficiou da percepção de que o Fed pode adotar uma postura mais cautelosa em relação à normalização da política monetária, após os dados de inflação nos EUA mostrarem uma desaceleração no ritmo de alta dos preços em maio. O CPI anual subiu 5% em maio ante abril, abaixo da expectativa de 5,1% dos analistas. O núcleo do CPI, que exclui os preços de alimentos e energia, avançou 3,8% na mesma base de comparação, também abaixo da projeção de 3,9%.

Esses números reduziram as apostas de que o Fed possa antecipar o início da redução das compras de ativos ou da elevação da taxa básica de juros, que atualmente está na faixa entre 0% e 0,25% ao ano. Com isso, o dólar e os juros dos Treasuries recuaram, aumentando o apetite pelo ouro, que é cotado na moeda americana e concorre com os títulos do governo como alternativa de investimento.

Governo envia ao Congresso projeto que regulamenta a cadeia do Ouro Hoje

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou nesta terça-feira (13) ao Congresso Nacional o projeto de lei sobre normas de controle de origem, compra, venda e transporte de ouro no Brasil. O objetivo é fortalecer o combate ao garimpo ilegal, que causa danos ambientais, sociais e econômicos ao país.

O projeto prevê o fim do comércio de ouro com base na “boa-fé”, que permite a compra do metal sem a comprovação da sua origem legal. A proposta também estabelece a obrigatoriedade da emissão de nota fiscal eletrônica para as operações financeiras com ouro, que deverão ser informadas à Receita Federal.

Além disso, o projeto cria um cadastro nacional de produtores e comerciantes de ouro, que deverão cumprir requisitos como licença ambiental, autorização da Agência Nacional de Mineração (ANM) e regularidade fiscal. O texto também define sanções administrativas, civis e penais para quem descumprir as normas.

Segundo o governo, a regulamentação da cadeia do ouro é necessária para coibir a exploração ilegal do metal em terras indígenas, unidades de conservação e áreas de fronteira, que ameaçam a biodiversidade, a soberania nacional e os direitos humanos. Além disso, a medida visa aumentar a arrecadação tributária e a transparência do mercado de ouro no país.

Quanto Ouro ainda há para ser extraído no mundo (e quem tem as maiores reservas hoje)

No mês passado, o preço do ouro atingiu seu recorde, ultrapassando US$ 2.000 a onça (28,4 gramas), cerca de R$ 11 mil. A alta foi impulsionada pela busca por ativos seguros em meio à pandemia de covid-19, que provocou uma crise sanitária e econômica global.

Mas quanto ouro ainda há para ser extraído no mundo? E quem tem as maiores reservas do metal precioso?

Segundo estimativas da US Geological Survey (USGS), órgão do governo americano que monitora os recursos naturais do planeta, existem cerca de 54 mil toneladas de ouro abaixo da superfície da Terra que podem ser acessadas com as tecnologias atuais. Isso equivale a cerca de 1.900 milhões de onças, ou US$ 3,8 trilhões.

No entanto, esse número pode variar conforme novas descobertas, avanços tecnológicos e mudanças nos custos de produção. Além disso, nem todo o ouro extraído é destinado ao mercado, pois parte dele é usado para fins industriais ou guardado como reserva pelos governos e bancos centrais.

De acordo com o World Gold Council (WGC), entidade que representa a indústria do ouro, os países com as maiores reservas oficiais do metal são os Estados Unidos (8.133 toneladas), a Alemanha (3.362 toneladas), o Fundo Monetário Internacional (FMI) (2.814 toneladas), a Itália (2.452 toneladas) e a França (2.436 toneladas).

Já os países que mais produzem ouro atualmente são a China (383 toneladas em 2022), a Austrália (325 toneladas em 2022), a Rússia (297 toneladas em 2022), os Estados Unidos (190 toneladas em 2022) e o Canadá (182 toneladas em 2022).

O Brasil ocupa a 13ª posição no ranking dos maiores produtores de ouro do mundo, com 97 toneladas em 2022. No entanto, estima-se que cerca de 30% da produção nacional seja ilegal, proveniente de garimpos clandestinos que operam selic.

GoldBRL 401.71   per gram
SilverBRL 4.78   per gram
PlatinumBRL 160.58   per gram
Apr 17 2024 12:14 EST

Anel de Diamante Rosa Preço avaliação de barras de ouro e ouro avaliação de joias avaliação de joias barra da tijuca Avaliação de Joias Citta Américas Shopping avaliação de joias online avaliação de joias recreio como chegar loja de ouro pela olegário macial Compra de Ouro Freeway Barra da Tijuca Compra de Rolex Usado Rj comprador de joias rio de janeiro rj compra ouro compra ouro online comprar joias de leilão Comprar ouro Banco do Brasil Compro Joias Rj compro ouro Comércio e Compra de Joias Online consultor de joias investir em ouro kit de teste de ouro loja de ouro loja de penhor rj Lugar Onde Compra Ouro Lugar Seguro e Discreto para Vender Jóias na Barra da Tijuca onde vender minhas joias O que Vale mais Ouro 18k ou 24k ouro ouro calculo de pureza Ouro Cambio Turista Penhor de Jóias Caixa Econômica Federal Qual o Valor para Vender Ouro Quem Compra Joias Usadas Como e Onde Vender com Segurança Reciclagem de Ouro Rolex Usado a Venda Valor do Grama do Ouro 24k 2023 valorização do ouro 2023 vender joias vender joias de ouro vender ouro copacabana vender ouro e joias no leblon Vender Ouro em Peças Usadas vender ouro ilha da gigoia vender ouro leblon vitrine de joias da caixa

Conversar ao Vivo
Estamos Online!
Olá
Posso ajudar?